Sucesso no turismo religioso, Guaratinguetá pode virar estância

 

Esta igreja dedicada a São Frei Galvão é uma das atrações de turismo religioso em Guaratinguetá

Igreja dedicada a São Frei Galvão, uma das atrações de turismo religioso em Guaratinguetá

 

Um dos principais destinos de turismo religioso do país, Guaratinguetá está muito próxima de ser declarada estância turística pelo Estado de São Paulo, que já tem 67 outras cidades com a mesma qualificação.

Um projeto de lei nesse sentido foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin nesta semana e segue agora para aprovação da Assembleia Legislativa de São Paulo.

A transformação de Guaratinguetá em Estância Turística permitirá que a cidade receba recursos repassados pelo Dade (Departamento de Apoio de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias).

Com os novos investimentos, será possível melhorar a infraestrutura turística e impulsionar o turismo no município, que recebe um grande fluxo de visitantes.

 

Casa onde viveu Santo Antonio de Sant'Ana Galvão, outra atração em Guaratinguetá

Casa onde viveu Santo Antonio de Sant’Ana Galvão, outra atração em Guaratinguetá

 

Guaratinguetá

Localizada a 178 quilômetros da capital paulista e vizinha a Aparecida, Guaratinguetá é a terra natal do primeiro santo brasileiro, Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, o Frei Galvão.

Entre as atrações da cidade estão a casa onde ele morou Frei Galvão, um museu dedicado a ele e uma igreja que leva o seu nome.

Uma estátua de São Frei Galvão, abençoada pelo Papa Francisco em sua recente visita a Aparecida durante a Jornada Mundial da Juventude, promete ser uma das atrações do futuro Santuário dedicado ao santo.

Um das principais atrações da cidade é a Rota Franciscana – Frei Galvão, com extensão total de mais de 750 km e abrangendo nada menos que 31 municípios. A rota, que reproduz a trajetória de vida do primeiro santo brasileiro, é dividida em cinco sub-rotas, todas tendo como ponto de convergência o município.

LEIA TAMBÉM:  Veja como fazer para baixar os aplicativos do Círio de Nazaré

O governador Geraldo Alckmin prevê  que o investimento repassado pelo fundo de desenvolvimento de estâncias seja de no mínimo 6 milhões de reais anuais. “Turismo é emprego, gera muito serviços”, destacou.

 

 

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!