Paraty recebe igreja restaurada na festa do Divino Espírito Santo

Durante a tradicional festa do Divino Espírito Santo, no dia 5 de junho, a cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, recebeu um presente especialmente significativo: a Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, em Paraty/RJ, cuja construção foi iniciada em 1787, foi entregue totalmente restaurada.

Em função da complexidade dos serviços de restauração e do tamanho da igreja, as obras foram divididas em duas etapas e ao todo duraram 31 meses. Na primeira etapa, iniciada em janeiro de 2007, foi realizada a descupinização, a revisão e recuperação dos revestimentos, a limpeza e consolidação dos elementos em cantaria, a revisão das esquadrias e a reforma de instalações elétricas e hidrossanitárias. Também foram implantados pára-raios, sistemas de combate a incêndio e de alarme de intrusão.

Foram ainda feitas a recuperação estrutural e a restauração artística da capela, dos retábulos e das demais dependências internas e altares. O custo desses trabalhos, viabilizados pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura – do Ministério da Cultura –, foi de pouco mais de 3 milhões de reais, captados junto ao BNDES, Petrobrás, Furnas e Eletrobrás.

A segunda etapa teve início um ano e meio após a primeira e nela foram restauradas catorze imagens religiosas, além das capelas, altares e pinturas das paredes. Também foram restaurados os sinos, promovidas adaptações na cozinha, copa e nos sanitários da sacristia, que agora estão adaptados aos portadores de necessidades especiais.

Outro serviço também realizado e fundamental para a segurança foi a conclusão do inventário dos bens móveis e integrados da igreja, cuja cópia será entregue à Mitra Diocesana de Itaguaí. Agora, todas as peças estão fotografadas em vários ângulos e devidamente registradas. O valor dessas intervenções foi de 1 milhão e 250 mil reais, com patrocínio integral do BNDES.

LEIA TAMBÉM:  Em Aparecida, dia para crianças e bênção de animais animam Festa da Padroeira

A Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios foi construída entre 1787 e 1873 e tombada pelo Iphan em 1962 por sua importância histórica, junto com seu acervo.  Quem for a Paraty deve visitar também a igreja de Santa Rita de Cássia, datada de 1722, cuja imagem é um dos cartões postais mais divulgados da cidade.

Igreja de Santa Rita de Cássia, um dos cartões postais de Paraty

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!