Vaticano recebeu Congresso Internacional de Reitores e Operadores de Santuários

congresso internacional reitores operadores de santuarios 2018 - agencia ecclesia

O Papa Francisco se dirige ao participantes da Congresso Internacional de Reitores e Operadores de Santuários

 

Mais de 600 participantes de diversos países e regiões estiveram reunidos por três dias na Cidade do Vaticano para participar do primeiro Congresso Internacional de Reitores e Operadores de Santuários.

Organizado pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, o evento teve como o tema “O santuário, porta aberta para a nova evangelização” e foi aberto por Dom Rino Fisichella, Presidente do Pontifício Conselho, na Pontifícia Universidade Lateranense.

 

Santuários, segundo o Papa Francisco

O Papa Francisco recebeu os participantes do Congresso em audiência privada e insistiu em seu discurso na necessidade de acolher fiéis e peregrinos, mas também o povo de passagem, que pode ser removido da fé.

Assim, o santuário pode se tornar “uma semente frutífera” para a evangelização. “Ninguém deve se sentir estranho em um de nossos santuários”, afirmou. 

Além de atrações turísticas e culturais para muitos visitantes, os santuários são locais de peregrinação, reunindo crentes e não crentes, dois mundos que misturam e fazem do santuário um lugar único. 

Segundo Francisco, os santuários são espaços onde os peregrinos se reúnem para exprimir a própria devoção “na simplicidade e segundo as tradições que foram recebidas desde a infância”.

De acordo com o Papa, a “piedade popular” funciona como “o sistema imunológico da Igreja”.

Concluindo, o Papa desafiou os responsáveis pelos santuários católicos a fazerem deles “um espaço de acolhimento, oração e misericórdia, valorizando a piedade popular e o testemunho da caridade”.

Santuários, uma ponte entre crentes e não crentes

Durante o Congresso, diversas palestras abordaram temas como “Santuários, guardiões silenciosos do mistério e da beleza”, “O santuário, porta aberta entre esperança e futuro” ou ainda “O santuário, uma porta aberta para os crentes e os incrédulos “, desenvolvido por Dom Pierbattista Pizzaballa, Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém.

Comente esta matéria ou envie a sua dúvida

O seu endereço de e-mail não será publicado!