Santuário Nacional de Aparecida ganha campanário

Campanário do Santuário nacional de Nossa Senhora Aparecida, projeto de Oscar Niemeyer - foto Thiago Leon

 

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida ganhou uma nova atração no final do ano de 2016: o belo Campanário, que é um dos marcos escolhidos para celebrar o Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul.

 

Projeto de Oscar Niemeyer para o Campanário do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida

Projeto de Oscar Niemeyer para o Campanário do Santuário Nacional

 

Um dos últimos projetos do consagrado arquiteto Oscar Niemeyer, a estrutura marcante tem a forma de mãos em prece, comporta treze sinos e promete ser mais uma atração de Aparecida, principal destino de turismo religioso do Brasil.

O Campanário mede 37,5 metros de altura, o equivalente a um prédio de 12 andares, um pouco menos que a altura das naves do Santuário, que é de 40 metros.

 

Sinos do novo campanário do Santuário Nacional, em Aparecida

 

Seguindo uma tradição da Igreja Católica, cada um dos sinos que compõe o conjunto é dedicado a um apóstolo de Jesus, sendo o maior deles consagrado à Virgem Maria e São José.

Ele homenageia ainda os membros da Campanha dos Devotos, que auxiliaram na construção do Campanário.

Além da dedicação, cada sino também homenageará os cardeais, arcebispos e bispos que tem ligação com a história do encontro da Imagem, da chegada dos Missionários Redentoristas à Aparecida e da construção do Santuário Nacional.

A concepção artística dos sinos é de autoria do artista sacro Cláudio Pastro, responsável pelo projeto artístico-teológico do interior da Basílica de Aparecida.

 

A importância dos sinos e seus toques

 

Simulação mostra o novo campanário do Santuário Nacional de Aparecida

Simulação mostra o novo campanário do Santuário Nacional

 

Historicamente, as badaladas dos sinos anunciaram durante anos as festas solenes, procissões, chegadas, enterros, além de ser a voz de Deus chamando seu povo para as celebrações litúrgicas.

LEIA TAMBÉM:  Via Dutra tem operação especial no dia de Nossa Senhora Aparecida

No Santuário Nacional, além de marcar as horas e anunciar as missas, eles reproduzirão melodias de cantos conhecidos pelos devotos de Nossa Senhora Aparecida.

Isso será possível graças a um teclado próprio para esta função. Para os toques convencionais, os sinos badalarão movidos por motores eletromagnéticos.

Já para a reprodução musical, eles permanecerão “parados” e martelos internos produzirão os sons do carrilhão.

 

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!