Ministério pretende divulgar turismo religioso durante a Jornada Mundial da Juventude

Vista do Cristo Redentor, no topo do Corcovado,  ao entardecer

Vista do Cristo Redentor, no topo do Corcovado, ao entardecer

Segundo o Ministério, a ação visa divulgar destinos de turismo religioso e fortalecer o segmento no país 

A Jornada Mundial da Juventude, que acontece de 23 a 28 de julho,  deverá reunir 2,5 milhões de pessoas de 190 países. Elas vão participar dos vários eventos programados para Rio de Janeiro e outras cidades brasileiras. É para esse público que o Ministério do Turismo vai divulgar os destinos turísticos em diversas ações discutidas, nesta quinta-feira, 21 de Março, na reunião do Grupo de Trabalho de Turismo Religioso.

Na abertura da reunião, o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, anunciou que o Ministério terá um estande no Festival de Turismo no Riocentro, onde acontecerá o evento, para divulgar os destinos nacionais. O ministério estuda também, segundo o secretário, apoiar os estados para que eles apresentem ao público seus destinos de turismo religioso.

A Catedral do Rio de Janeiro

A Catedral do Rio de Janeiro

O MTur realizará também ações de marketing nos locais de grande fluxo de turistas nos períodos pré e pós-Jornada da Juventude. Parceria firmada com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e com a Polícia Rodoviária Federal prevê a distribuição de material promocional nas estradas.

A Semana Missionária, por exemplo, será realizada em cem cidades, reunindo fiéis que terão como destino final o Rio de Janeiro para a visita do Papa Francisco nos dias 27 e 28 de julho.  A expectativa é que a maior parte destes deslocamentos seja feito de ônibus.

A intenção do ministério é estimular o turista da Jornada a permanecer no país e visitar novos destinos, ou mesmo conhecer a oferta e voltar em outras ocasiões. Parte do material é dedicado ao público jovem e será divulgado por meio eletrônico,  em redes sociais e por meio de aplicativos para celulares, tablets e outros equipamentos. São guias, cartilhas, mapas, entre outros.

LEIA TAMBÉM:  5 destinos de turismo religioso para visitar na Polônia

A reunião do Grupo de Trabalho de Turismo Religioso reuniu representantes de entidades religiosas, secretarias de turismo e de governo, prefeituras e iniciativa privada.

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!