Ministério do Turismo vai investir na qualificação de destinos religiosos

O Santuário Nacional, em Aparecida, é o destino brasileiro mais visitado

O Ministério do Turismo – MTur lançou ontem em São Paulo, durante o 6º Salão de Turismo – Roteiros do Brasil, a chamada pública para seleção de projetos de  estruturação de cinco destinos de turismo religioso. Segundo explicou a Secretária Nacional de Políticas de Turismo, Ana Isabel (Bel) Mesquita de Oliveira, este é apenas o primeiro passo e, depois de concluído esse projeto, o Ministério poderá passar a estruturar novos destinos de viagens religiosas e peregrinações, aproveitando a experiência adquirida com os cinco primeiros destinos.

Denominado Turismo Religioso: Experiências do Brasil, o projeto vai selecionar por meio da chamada pública cinco destinos religiosos  do país para que possam receber com qualidade os turistas motivados pela fé. Por meio do projeto, o MTur realizará o levantamento de dados e a análise do turismo religioso nos cinco destinos selecionados . Além disso, o Ministério irá apoiar a formatação de roteiros turísticos e desenvolverá ações de promoção e comercialização dos produtos dos destinos.

Finalmente, será elaborado um catálogo, em três idiomas (português, inglês e italiano), com informações sobre os roteiros de turismo religioso formatados para os destinos selecionados, contendo ainda os estudos de caso para que possam ser aproveitados por outros destinos. Os destinos de viagens religiosas que forem escolhidos não precisarão investir nada, pois todo o custo do projeto será de responsabilidade do MTur.

Prazos e acesso ao edital

O edital com as regras da chamada pública está disponível a partir de hoje no site do Ministério e as propostas devem ser enviadas no período de 20 de julho a 19 de agosto. No dia 19 de setembro, o Ministério fará a divulgação dos cinco destinos selecionados com base em critérios bem claros que constam do edital de chamada pública. Não há nenhuma taxa ou despesa envolvida na participação. Para acessar o edital, basta clicar neste link.

LEIA TAMBÉM:  Moro no Rio de Janeiro e procuro viagens religiosas com saida desta cidade

Lançamento prestigiado

A cerimônia de lançamento da chamada pública aconteceu na noite de ontem, 12 de julho, no Auditório 3 do Núcleo de Conhecimento do Salão do Turismo – Destinos do Brasil, com a presença de grande número de autoridades e de interessados. Evidenciando a importância do segmento para o Ministério do Turismo, estavam presentes a Secretária Nacional de Políticas de Turismo, Bel Mesquita, que também representou o Ministro do Turismo, Pedro Novais, que precisou voltar a Brasilia; o  Secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins; o  Diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico, Ricardo Moesch e a Coordenadora-geral de Segmentação, Sáskia Freire Lima de Castro.

Além do padre Darci Nicioli, reitor do Santuário Nacional de Aparecida, estavam presentes representantes de diversos outros santuários brasileiros, como o de Santa Paulina, em Santa Catarina e o de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, bem como representantes de diversas secretarias estaduais de turismo, secretarias municipais de turismo, empresas e órgãos de promoção turística e do Peregrinus – Salão de Turismo Religioso.

Viagens religiosas e o MTur

O turismo religioso é um segmento trabalhado pelo Ministério do Turismo desde 2009. Nesse período,  já foram identificados 96 “produtos turísticos” religiosos de Norte a Sul do Brasil. Dos 344 municípios que informaram oficialmente que possuem oferta de turismo religioso, 176 possuem calendário de eventos religiosos. Segundo dados oficiais que integram a pesquisa Dimensionamento e Caracterização do Turismo Doméstico do MTur, anualmente, são feitas 8,1 milhões de viagens domésticas movidas pela fé e vêm ao Brasil com fins religiosos, 25 mil pessoas por ano.

A nova iniciativa do MTur é, certamente, um importante passo para que o turismo religioso possa crescer no país de forma sólida e estruturada, com benefícios tanto para quem participa de viagens religiosas e peregrinações quanto para os santuários e destinos religiosos, bem como para meios de hospedagem, alimentação e transporte. Ao mesmo tempo, essa e outras ações de estruturação e formalização promovidas pelo Ministério do Turismo certamente terão reflexos extremamente positivos para as populações locais em termos de geração de renda, formação e qualificação de mão de obra, etc.

LEIA TAMBÉM:  Canção Nova poderia fechar uma parceria com a MRS para transportar passageiros via ferrovia

Não deixe de ler também:

Um comentário para "Ministério do Turismo vai investir na qualificação de destinos religiosos"

  1. Keris  16/09/2011 at 01:11

    Parabéns, Padre Luiz Carlos.

    Muito sucesso no seu trabalho!

    Responder

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!