Guaratinguetá vai ganhar novo Santuário de Frei Galvão

Projeção de como vai ser o novo Santuário de Frei Galvão em Guaratinguetá, ao lado de Aparecida

Projeção de como vai ser o novo Santuário de Frei Galvão em Guaratinguetá

 

Guaratinguetá, cidade vizinha a Aparecida onde nasceu e cresceu Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, o Frei Galvão, ganhará em breve mais um importante atrativo de turismo religioso, o novo Santuário de Frei Galvão.

A cidade já tem diversos atrativos relacionados ao primeiro santo brasileiro, como o atual Santuário de Frei Galvão, o Museu Frei Galvão e a casa de Frei Galvão.

O novo santuário deverá trazer inúmeros benefícios para o turismo religioso e a economia da região de Aparecida, reforçando a atração de romeiros e ajudando a prolongar a sua permanência, o que deve implicar em reflexos positivos na geração de empregos e renda, além da criação de novos negócios.

 

O novo Santuário de Frei Galvão

 

Projeção de como vai ser o novo Santuário de Frei Galvão em Guaratinguetá, ao lado de Aparecida

O novo Santuário de Frei Galvão visto de outro ângulo

 

O projeto contempla uma área de 52 mil m², onde serão construídos o santuário, com capacidade para 3 mil pessoas; capelas e uma Praça de Celebrações, com capacidade de até 10 mil pessoas.

Além disso, o projeto prevê a construção de um Centro de Memória e Cultura, com auditório, área de exposições e livraria; monumento de Frei Galvão com 28 metros de altura; mirante para até 70 pessoas; estacionamento e área Administrativa.

Toda essa estrutura será complementada pelo Parque Laudato Si, de 20 mil m², que vai englobar uma áreas para lazer, meditação, caminhada e oração, além de sanitários, equipamentos para ginástica, playground e pet play.

 

Detalhamento do projeto do novo Santuário de Frei Galvão, em Guaratinguetá, junto a Aparecida

Detalhamento do projeto do novo Santuário de Frei Galvão

 

O projeto do novo Santuário de Frei Galvão foi oficialmente aprovado pela Prefeitura Municipal da Estância Turística de Guaratinguetá nesta quinta-feira, 14 de junho, em solenidade na qual Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida, recebeu o alvará de autorização do início das obras, que devem ser iniciadas em breve.

Na primeira fase, deverão ser construídos o parque Laudato Si, que terá as áreas verdes em parceria com a ONG SOS Mata Atlântica, a alameda de acesso e o monumento a Frei Galvão, além de obras complementares como o fechamento das divisas do santuário e a construção de portarias e edificações de apoio.

 

LEIA TAMBÉM:  Romaria do Divino Pai Eterno leva milhões de romeiros a Trindade

´

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria ou envie a sua dúvida

O seu endereço de e-mail não será publicado!