Divinópolis, em Minas Gerais, terá uma das maiores cruzes do mundo

Cruz de Todos os Povos, construída pela igreja maronita no Líbano

Cruz de Todos os Povos, no Líbano

 

Maquete da cruz a ser construída em Divinópolis

Maquete da cruz a ser construída em Divinópolis

A cidade de Divinópolis, em Minas Gerais, está empenhada em construir uma das maiores cruzes de todo o mundo. Quando pronta, a cruz certamente se transformará num importante atrativo de turismo religioso.

Parte do projeto internmacional “Cruz de Todos os Povos”, a cruz deverá ter 74 metros de altura e será instalada no Morro do Gurita, no bairro Santo Antônio dos Campos (Ermida), em um terreno recebido em doação, com área total de 10 mil m².

O mesmo projeto já construiu cruzes no Líbano (no Monte Líbano) e no México (em Copoya, estado de Chiapas), que representam Deus Pai e Deus Filho, respectivamente.

A cruz de Divinópolis, considerada a “cidade do Divino Espírito Santo”, terá estrutura metálica encimada por uma pomba e irá representar a terceira pessoa da Santíssima Trindade.

Durante o período noturno, a cruz será iluminada por milhares de lâmpadas LED que permitirão que ela seja vista de longe e deixarão em evidência toda a estrutura. A luz normal branca poderá ser alterada, mudando de cor conforme a ocasião.

 

Apoio oficial

 

Cruz de Todos os Povos, em Copoya, no México

Cruz de Todos os Povos, em Copoya, no México

 

O projeto foi apresentado formalmente ao secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, que considerou o projeto de Divinópolis é fundamental para alavancar o turismo religioso na região.

“Acreditamos que essa iniciativa impulsionará grandemente o turismo religioso e de negócios no município. Divinópolis e Minas Gerais serão projetadas para o mundo todo. Motivados pela fé, vamos conquistar os peregrinos e atrair os fieis para nosso Estado”, declarou.

“Colocamos a equipe técnica da Setur à disposição do projeto para divulgação e para munir a associação de todas as informações necessárias. Estamos de portas abertas para contribuir com essa ideia que trará retorno para nosso Estado e para nossa população”, concluiu Ricardo Faria.

LEIA TAMBÉM:  Santuário Nacional de Aparecida recebe encontro de representantes de museus

 

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!