Dia de Nossa Senhora Aparecida movimenta o Vale da Fé

visão do interior da Basílica de Nossa Senhora Aparecida

Linda imagem do interior da Basílica de Nossa Senhora Aparecida

 

O dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de Outubro, promete voltar a levar centenas de milhares de peregrinos a Aparecida, maior destino de turismo religioso do Brasil. Visitantes de todas as partes do país estarão chegando ao Vale da Fé para dar graças por mais um ano e agradecer as muitas bênçãos recebidas por seu intermédio.

O  Santuário Nacional, onde fica a imagem de Nossa Senhora Aparecida, será o epicentro de todo o movimento e a direção do Santuário tem investido na melhoria da estrutura e em planos para melhor atender o grande número de peregrinos em visita´à “casa da Mãe Aparecida”.

Transporte

A maioria chegará à cidade em milhares de ônibus de caravanas religiosas. Outros, em dezenas de milhares de automóveis. Para fazer frente à demanda, a Polícia Rodoviária Federal e a concessionária Nova Dutra, responsável pela estrada que liga São Paulo e o Rio de Janeiro a Aparecida, a Via Dutra, prepararam esquemas especiais.

Ainda assim, é praticamente certo que ocorrerão congestionamentos nos horários de pico, a exemplo do ocorrido em anos anteriores, em função do enorme número de veículos.

A empresa de ônibus Pássaro Marron e a Viação Cometa programaram ônibus extras para atender o aumento de demanda, no início da manhã em direção a Aparecida e no final da tarde voltando para São Paulo e o Rio de Janeiro.

Hospedagem

Essa é uma das ocasiões em que a rede de hotéis de Aparecida fica inteiramente lotada e os peregrinos têm de se hospedar em cidades vizinhas dentro do Vale da Fé, como Guaratinguetá, Lorena e Cachoeira Paulista e até fora, como Taubaté e até São José dos Campos. Infelizmente, embora costume atender satisfatoriamente a procura de visitantes durante outros meses, no Aniversário da Padroeira a estrutura de hospedagem de Aparecida não consegue acomodar o pico de demanda.

LEIA TAMBÉM:  Turismo religioso ganha Caminhos de Assis, roteiro à pé no Ceará

Esse fenômeno não é exclusivo de Aparecida e também pode ser observado em outros destinos de turismo religiosos do mundo todo em determinadas datas e períodos de grande procura, pois não é  economicamente viável manter um grande número de apartamentos que só seriam ocupados em poucos dias por ano.

 

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!