Brasil recebe atenção da operadora de viagens religiosas do Vaticano

Em breve o Brasil passará a receber viagens religiosas de outras partes do mundo, conforme acordo firmado no Vaticano entre o Ministério do Turismo e a Opera Romana Pellegrinaggi (Obra Romana de Peregrinações), operadora oficial de turismo religioso mantida pela Santa Sé e uma das mais importantes operadoras religiosas de todo o mundo.

Embora os roteiros para o Brasil ainda não estejam disponíveis no site da empresa, os primeiros destinos brasileiros de viagens religiosas a serem incluidos devem ser São Paulo, Aparecida, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Salvador e cidades históricas de Minas Gerais, um leque bastante amplo e ambicioso.

Além de visitas a esses destinos e seus principais templos religiosos, é possível que os roteiros da Opera Romana Pellegrinaggi também incluam algumas das grandes festas religiosas brasileiras, como por exemplo o Círio de Nazaré, em Belém.

Opera Romana Pellegrinaggi

A Opera Romana Pellegrinaggi foi criada em 1934 pelo Vaticano, com o objetivo de levar peregrinos em viagens religiosas aos principais destinos religiosos católicos e santuários do mundo, os chamados “itinerários do espírito”. Com sede em Roma, Itália, é uma empresa subordinada ao Vicariato de Roma, um dos braços da Santa Sé.

Nesses mais de 75 anos de atividade, especializou-se no que chama de “itinerários espirituais”, com roteiros com três focos principais: bíblico (origens da fé católica), mariano (destinos relacionados à vida de Maria e principais santuários marianos) e religioso.

Com isso,  tornou-se uma das maiores promotoras de tradicionais destinos católicos como Roma, Cidade do Vaticano, Lourdes, Fátima, Santiago de Compostela e Jerusalém, além de outras cidades da Terra Santa. Atualmente, oferece também roteiros para outros destinos religiosos católicos, como Polônia, Malta, Turquia, Jordânia além de outros para eventos especiais como a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Madri e o JPII Games, na Terra Santa
.

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!