446ª Festa da Penha, festa de fé e devoção no Espírito Santo

Convento de Nossa Senhora da Penha, em Vila Venha, ponto focal da Festa da Penha - Divulgação

O Convento de Nossa Senhora da Penha, em Vila Venha, ponto focal da Festa da Penha

 

O Convento da Penha, em Vila Velha, volta a receber nos próximos dias a 446ª Festa da Penha, maior festa mariana do Espírito Santo, e terceira maior do Brasil. Em 2017, o tema escolhido é Mãe e Filha.

Os nove dias de orações incluem missas, romarias, confissões, oitavários, e muita devoção a Nossa Senhora da Penha.

As manifestações de fé mais intensas acontecem nos três últimos dias com as Romarias dos Homens, das Mulheres, a Procissão Marítima e a missa de encerramento.

A Festa da Penha, cujo verdadeiro nome é Festa de Nossa Senhora da Penha, é uma homenagem à Padroeira do Espírito Santo.

Além do significado religioso que tem para o Estado, a festa cresce a cada ano e tem grande importância para o movimento turístico capixaba.

O convento da Penha, ponto focal da Festa da Penha, é o ponto turístico mais visitado do Espírito Santo.

A estimativa é de que em 2017, o evento receba dois milhões de participantes.

 

A Festa da Penha

 

Festa da Penha, no Espírito Santo - romaria saindo da catedral de Vitória

Romaria saindo da catedral de Vitória

 

A padroeira do Espírito Santo é homenageada com a devoção franciscana chamada Oitavário da Penha, missas no campinho do Convento e na Prainha e romarias de diversos locais.

A Romaria dos Homens é a mais tradicional da festa, realizada há 56 anos, que nesse ano acontece no dia 22 de abril. Inicialmente criada para estimular a participação masculina na Festa da Penha, hoje é a maior procissão de homens do Brasil.

Nos últimos anos, as mulheres passaram a também participar. Os mais de 700 mil romeiros caminham por 14 quilômetros, saindo da Catedral Metropolitana, às 19h, até o Parque da Prainha, quando às 23h30 tem início a celebração eucarística.

LEIA TAMBÉM:  Cinco destinos de turismo religioso ganham verba do Ministério do Turismo

Outras romarias acontecem durante o evento: a das Mulheres; a Procissão Marítima, que mantém viva uma das mais antigas formas de acessar o Convento: partindo da Ilha das Caieiras, em Vitória, e chegando pelo mar à Prainha; dos Motociclistas; dos Cavaleiros; dos Ciclistas; das Pessoas com Deficiência; dos Militares; e das Dioceses de Cachoeiro, Colatina e São Mateus.

Os shows religiosos da Festa da Penha acontecem no Parque da Prainha, aos pés do Convento da Penha.

O destaque desse ano é o show de encerramento com Padre Anderson e Flávia Dornelas, logo após a missa de encerramento da festa, que acontece às 16h no dia 24 de abril.

Programação da Festa da Penha:

 

Domingo (16 de abril)
10h – Bênção da Romaria dos Cavaleiros às 10h na Prainha

14h30 – Abertura no Campinho do Convento (área pastoral Vila Velha)

Segunda-feira (17 de abril)
14h30 – Oitavário com missa no Campinho (área pastoral Serrana)
19h30 – Simpósio Mariano no Santuário de Vila Velha

Terça-feira (18 de abril)
14h30 – Oitavário com missa no Campinho (área pastoral Cariacica/Viana)
20h – Celebração e bênção para casais no Campinho

Quarta-feira (19 de abril)
14h30 – Oitavário com missa no Campinho (área pastoral Benevente)
19h30 – Apresentação do Grupo de Teatro Shalom no Campinho do Convento

Quinta-feira (20 de abril)
14h30 – Oitavário com missa no Campinho – Romaria dos militares (área pastoral Serra/Fundão)
19h30 – Apresentação da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo no Santuário de Vila Velha

Sexta-feira (21 de abril)
14h30 – Oitavário com missa no Campinho (área pastoral de Vitória).
19h30 – Cantando com Maria (Frei Florival, Frei Paulo Cesar e Jovens de Terra Vermelha) no Campinho

LEIA TAMBÉM:  Minas Gerais investe em turismo religioso com caminho ligando os Santuários da Piedade e Aparecida

Sábado (22 de abril)
8h – Romaria da Diocese de São Mateus no Campinho e Romaria das pessoas com deficiência  – Pça. Duque de Caxias
11h – Missa da Romaria dos Adolescentes no Campinho – saída da imagem de Nossa Senhora para a Catedral
14h30 – Oitavário com missa (Diocese de Cachoeiro de Itapemirim) no Campinho
19h – Romaria dos homens com saída da Catedral Metropolitana de Vitória e encerramento com Santa Missa na Prainha

Domingo (23 de abril)
8h – Missa da Diocese de Colatina no Campinho
10h – Bênção da Romaria dos motociclistas na Prainha
16h -Romaria das mulheres com saída do Santuário de Vila Velha
17h – Missa da Romaria das mulheres na Prainha
19h – Apresentação do Coral da Arcelor Mittal na Prainha.

Segunda-feira (24 de abril)
7h – Missa da CRB e Seminário no Campinho
8h – Romaria dos ciclistas com saída de Cobilândia.
9h – Apresentação das Bandas de Congo no Campinho
10h – Missa das pastorais sociais no Campinho
16h – Missa de encerramento na Prainha

Horários das missas na capela do convento

Dia 16 de abril: 5h, 7h, 9h e 11h
De 17 a 21 de abril: 6h, 7h, 8h e 9h30
Dia 22 de abril: 6h, 7h30 e 11h
Dia 23 de abril: 5h, 7h, 11h e 14h
Dia 24 de abril: 0h, 2h, 6h, 9h e 12h

Obs.: No intervalo das missas haverá bênção aos peregrinos.

 

Não deixe de ler também:

Comente esta matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado!